Desabafo

Se é a sua primeira vez nesse blog, simplesmente pule essa postagem. É um desabafo por um semana especialmente cruel e complicada. Se você já leu outras vezes, bom, isso não é nada parecido com qualquer coisa que eu já tenha escrito, então não se impressione… Enfim, o melhor seria que ninguém lesse isso, mas eu abri o blog e comecei a escrever, e por algum motivo eu quero postar, mesmo que ninguém vá entender, mesmo que seja estranho de se ler. Eu só preciso que isso esteja aqui, no lugar onde eu exponho todos os meus sentimentos, mesmo que eles não sejam exatamente dignos.

Hoje eu só quero um antidoto pra me livrar dessa raiva. Sentimento pesado, errado, insuportável. Quero abafar essa sensação o mais rápido possível. É só que não tem adiantado nada.

Já tentei estravasar de todas as formas possíveis, mas continua aqui, como um vírus. Contaminando célula após célula, uma doença. Imaginar que eu fui tão estúpida a ponto de me preocupar. Mas é assim, quem muito tenta não magoar acaba sendo o que sai machucado. E não é uma dor simples, porque quem quer não magoar ama, e o pior sentimento pra quem ama é o desapontamento, o qual eu senti forte e cortante. E ele se transformou em desprezo, que por fim se transformou em raiva.

Eu só quero me livrar de tudo o que me lembre você… mas você não quer deixar não é? Eu cortei todas as formas de contato entre nós, porque você começou a se destruir pra chamar a minha atenção, mesmo depois de eu ter pedido pra você não fazer isso. E então você fez o mais inesperado, você deu um jeito de se aproximar de uma amiga minha. Mas se o seu objetivo era me fazer ciúmes, bem, você perdeu seu tempo. Quem sente ciúmes ama, e eu deixei de te amar dessa forma há muito tempo. O que você conseguiu de mim foi raiva.

Na verdade, ela também conseguiu. Porque quando uma melhor amiga aceita um ex-namorado da outra? É estranho demais assistir tudo isso acontecer. Acho que quando você é leal, quando você torce pelo amigo, quando você apoia o outro, você sequer consegue assimilar que seu amigo não será assim com você também. Então, não, você não conseguiu me fazer ciúmes. Você conseguiu me fazer perder uma amiga, e perder qualquer bom sentimento que eu nutria por você.

Eu só queria distância entre nós. Era só o que eu queria. Porque você não pode fazer isso por mim? Estragar a minha vida por um ano e meio não era o suficiente? Acabar com qualquer relação que eu começava não estava de bom tamanho? Eu nunca tive culpa por não te amar! Eu nunca tive culpa de você me amar, de você ser obcecado por mim. Só porque você sofreu por eu não sentir o mesmo que você, você não tinha que querer que eu sofresse também. As pessoas não controlam isso. Você sabe que eu te amei, sempre te amei, mas não do jeito que você precisava.

Sabe… eu joguei tudo o que tinha que me lembrava você no lixo. E a carta, a blusa, as flores de papel, bom, isso tudo eu queimei. Queimei porque achei que ia me fazer sentir melhor. E realmente fez. Ver o fogo lambendo tudo, sentir o cheiro da fumaça, sentir o calor. Ver tudo se desfazendo em cinzas… Eu me senti bem demais naquele momento. Mas você quebrou todos os meus limites, você fez com que eu atravessasse uma linha que ninguém, NINGUÉM, me fez atravessar. Eu nunca odiei ninguém. Parabéns pelo seu feito.

Agora já é hora de deixarmos disso não é? Agora você já está bem satisfeito? Provavelmente não… porque ninguém sabe a tempestade que está acontecendo na minha cabeça, no meu coração. E ninguém vai te contar o quanto você foi um escroto, um filho da puta. Mas eu fico feliz por eu mesma saber disso, fico feliz por saber que pela primeira vez, depois de todas as outras quatro vezes que eu disse que não dava pra gente ficar junto, eu não vou me sentir mal por deixar alguém que me ama. Porque como eu sempre te disse, VOCÊ NÃO ME AMA. E agora eu custo até a acreditar que você ame a alguém no mundo. Porque eu te disse isso, você é um egoísta! Nunca olhou pra mim como seu eu também sofresse, sempre me viu como uma fria. Aliás, sempre me disse isso.

Então espero que você e ela sejam felizes juntos. Até porque ambos tem o dom de infernizar as pessoas que dizem que amam. Você foi atrás dela, minha amiga, ela foi atrás do irmão do ex. Você dois são doentes, e se merecem. Mas espero que desapareçam da minha vida. Pra sempre. Sem sequer virem falar comigo. Mas de novo eu não posso esperar isso agora. Não vai ser assim… porque eu não te dei o gosto de saber que me afetou, e não fiz isso porque na sua cabeça doentia provavelmente ia achar que eu estou com ciúmes, não é?

Essa raiva passar logo, eu espero, tanto de você quanto dela. E quando isso acontecer, não restará mais nada. NADA. Seremos apenas três estranhos, que um dia passaram pela vida uns dos outros. Eu faço questão de esquecer, porque pessoas que despertam esse tipo de sentimento, simplesmente não merecem ser lembradas.

Anúncios

2 comentários

  1. Vinícius Cortez · agosto 23, 2011

    wow. assustou 😮

  2. viihloyer · agosto 23, 2011

    foi um momento da mais pura revolta …

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s