Perder

Perder, dói! Não adianta dizer NÃO SOFRA, NÃO CHORE; só não podemos ficar parados no tempo chorando nossa dor diante das nossas perdas.

Lya Luft

Existem coisas que nós simplesmente ainda não estamos prontos pra perder. E ninguém entende porque nós persistimos naquilo, porque continuamos tentando, batendo cabeça, quebrando a cara. As pessoas olham pra nós como se fossemos seres anormais, que simplesmente gostam de um drama e querem muito ifligir dor a eles mesmos. Mas aqui vai uma notícia bombástica, não há ninguém no mundo que goste de sofrer. Até  aqueles que se machucam fisicamente, tem um próposito, que por muitas vezes é esquecer uma dor emocional, traduzindo, preferem sofrer no corpo à sofrer no coração.

E são essas coisas que nós ainda não estamos prontos pra perder que nos movem em nossa insanidades. Mesmo que no fim nós já tenhamos perdido, mesmo que nós estejamos tentando encontrar uma agulha no palheiro, no nosso íntimo acreditamos que aquela é a agulha, e não qualquer uma.

E então em algum momento nós nos damos conta que aquela agulha nunca poderá ser recuperada, por mais perfeita e especial que ela fosse, ela não nos pertence mais. Agora ela está ao léu, esperando pra ser encontrada por outra pessoa. E nós pequenos relaxados temos que entender e aceitar a perda. Nesse momento é que descobrimos que somos teimosos, nós não temos mais a maldita agulha, mas continuamos com aquilo na cabeça, nos negamos a deixar pra lá. E quando surgem novas agulhas, nós lembramos daquela que perdemos. Nós nos forçamos a sofrer, mas não por querer, e sim por incapacidade de esquecer. Tudo o que você fez de bom com a agulha fica ali, rodando os seus pensamentos. Você tenta não lembrar disso, porque só vai doer mais, daí você se lembra de todas as vezes que se furou com a agulha…

E com o tempo, a nossa mente passa a não mais se lembrar perfeitamente da agulha. Ela era prata ou dourada? Ela tinha mesmo aquele amassado ou eu só imaginei isso? Quando nossa mente já não é mais capaz de lembrar nós deixamos de lutar, e por mais que doa nós descobrimos que enfim estamos prontos pra aceitar essa grande perda. Só então nós superamos, só então nós não temos mais medo de deixar ir, porque sabemos que no fim, aquela não é a única agulha do mundo.

By:. Viih Loyer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s