Hematoma

Às vezes eu queria sumir do mundo. Agora você vê, agora não vê mais. Como num passe de mágica. Queria fechar os olhos e simplesmente esquecer. Fechar minha mente, desistir de lutar, tentar, buscar. Eu queria só desligar.

Mas eu faço exatamente o oposto, eu continuo seguindo. Eu simplesmente continuo indo em frente. Me pergunto de quantas formas uma pessoa pode se machucar antes de morrer. Me pergunto sem quantos pedaços de si uma pessoa é capaz de viver. Eu me pergunto como eu ainda continuo a seguir.

Parece que nunca tem fim. Minha válvula de escape saturou. Eu nem sequer tenho mais lágrimas pra chorar. E agora eu só não queria mais.

Por quanto eu amei e sofri peço, por favor, me deixe em paz, me deixe viver. Ou simplesmente deixe todo esse sentimento morrer, eu só não quero mais, porque sentir dói e dores emocionais não têm remédio. Eu só quero ir, deixe-me ir, eu preciso tanto.

Fecharei os olhos, serei só uma a menos, sei que não sou tão importante assim. Então deixe-me ser eu, mas sem sentir. Porque agora, nem mesmo você será capaz de me curar, toda a dor que você me causou já não pode ser curada. Ela infeccionou e agora o único jeito é retirar o pedaço. Mais um pedaço que provavelmente vai fazer falta, mas eu já vivo sem tantos.

By:. Viih Loyer

Às vezes eu queria sumir do mundo. Agora você vê, agora não vê mais. Como num passe de mágica. Queria fechar os olhos e simplesmente esquecer. Fechar minha mente, desistir de lutar, tentar, buscar. Eu queria só desligar.

Mas eu faço exatamente o oposto, eu continuo seguindo. Eu simplesmente continuo indo em frente. Me pergunto de quantas formas uma pessoa pode se machucar antes de morrer. Me pergunto sem quantos pedaços de si uma pessoa é capaz de viver. Eu me pergunto como eu ainda continuo a seguir.

Parece que nunca tem fim. Minha válvula de escape saturou. Eu nem sequer tenho mais lágrimas pra chorar. E agora eu só não queria mais.

Por quanto eu amei e sofri peço, por favor, me deixe em paz, me deixe viver. Ou simplesmente deixe todo esse sentimento morrer, eu só não quero mais, porque sentir dói e dores emocionais não têm remédio. Eu só quero ir, deixe-me ir, eu preciso tanto.

Fecharei os olhos, serei só uma a menos, sei que não sou tão importante assim. Então deixe-me ser eu, mas sem sentir. Porque agora, nem mesmo você será capaz de me curar, toda a dor que você me causou já não pode ser curada. Ela infeccionou e agora o único jeito é retirar o pedaço. Mais um pedaço que provavelmente vai fazer falta, mas eu já vivo sem tantos.

Anúncios

2 comentários

  1. Andre · junho 1, 2010

    Sabe, quando eu comecei com esse negócio de blog e de escrever e seguir blogs, eu não imaginava que iria achar tanta gente boa e que sabe escrever tão bem! Vc é uma dessas pessoas, parabens pelo blog e pelo texto !

    http://amansim.blogspot.com/

  2. Antonoly · junho 2, 2010

    Pois é, a vida não é fácil para ninguém, o que nos resta é continuar, seguir sempre em frente, quem sabe lá, bem na frente a vida não melhora?

    Beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s