Just me

Eu vejo coisas novas pra mim, não quero mais ser uma garota do padrão. Não falo de padrão de vida, de moda ou coisas assim. Tô falando do padrão dos pensamentos, estão manipulando até que tipos de música eu devo gostar, quero ser mais eu e ser menos o que os outros esperam que eu seja.
Adoro quando alguém usa alguma coisa super diferente, ou simplesmente não concorda com o senso comum. Eu não sou completamente controlada pela sociedade em que vivo, mas me controlo pra não ser totalmente diferente dela, e eu decidi que não quero mais isso pra mim. Quero que as minhas experiencias sejam o meu guia, e quero que o meu estilo seja criado por mim, e não reaproveitado de outro.
Quero mostrar o que penso e não aderir idéias pré-concebidas. Quero usar, falar, ouvir, pensar o que é considerado ridiculo, por que eu sei que outras pessoas também gostam e tem medo de adimitir. “Se todos usarem o rídiculo passará a ser normal”. Ouvi essa frase e acho que se encaixa perfeitamente aqui.
Ser EU acima de tudo! E desejando que os outros consigam o mesmo.

by:. Viih Loyer

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s